Ciência em Ação

MEMÓRIAS DE UMA TURMA

Tudo começou no ano letivo 2014-15, quando me foram atribuídas 3 turmas de 7º ano nesta, que é a minha, escola secundária António Gedeão.

Aquele 7º C mudou a minha alma. Como tantos alunos que já passaram por mim e deixaram a sua marca, estes são ainda mais especiais. Vi-os crescer, são um pouco meus!

Desta turma, foram saindo uns e entrando outros, formando-se uma família.

A ligação que nos une é covalente. E foi esta covalência que me fez aceitar o desafio. Após cinco anos de trabalho conjunto era fácil ceder.

Muito a medo, decidi levar em frente uma ideia, já há muito enraizada em mim. Também os desafiei! Tinham que se responsabilizar por aprender química! Tinham de selecionar um tema, com o qual se identificassem, e engendrar um plano de ação para aprender sobre esse tema e ensinar aos outros.

Foram etapas difíceis aquelas de escolher, escrever, justificar, …

O plano foi rescrito e o tema modificado. Foram ultrapassadas dificuldades, que eles imaginavam não ser possível. Mas conseguiram, claro!!! E atingiram muito mais. Muito mais do que as aprendizagens essenciais preconizadas para a química de 12º ano.

Aqui ficam algumas das atividades que têm desenvolvido neste percurso…

SAPAL SEM METAL

SAPAL

O projeto surge do interesse em problemas ambientais na nossa zona residencial. No decorrer da investigação percebemos que existem espécies de plantas que armazenam nos seus órgãos metais pesados e que esse tipo de plantas essas podem aparecer nos Sapais do Seixal e da Amora.

Estamos a investigar se essas espécies de plantas conseguem, efetivamente, remover os metais pesados do ambiente. Para isso recolhemos várias espécies de plantas, água e solo dos Sapais e, com ajuda da Técnica Carla Rodrigues, estamos a analisar qualitativa e quantitativamente estas amostras nos laboratórios da FCT.

HIDROSSENSOR

HIDROSSENSOR

Este projeto surge do interesse pela eletrónica e o ambiente. Pela pesquisa concluímos que um dos maiores problemas que a Humanidade enfrenta é a escassez de água. A água é um recurso valioso, sendo a sua escassez um problema atual, agravado pelo desperdício diário de cada um. 

A agricultura é o setor que mais água utiliza, e consequentemente é o que mais a desperdiça.

É neste contexto que pensámos na importância de ter um sensor de humidade\rega inteligente com funcionamento a energia solar, que permitiria economizar água.

Investigámos e construímos um sensor, que serviu como recurso a ações de sensibilização para o problema da escassez e desperdício da água.

EM SEGURANÇA NA VIDA…

SEGURANÇA

O nosso projecto surge da preocupação com a falta de conhecimento em procedimentos básicos de segurança na população escolar. Como sabemos que pequenos gestos salvam vidas, decidimos promover sessões de sensibilização no âmbito da segurança individual e da comunidade.

No âmbito da disciplina de química, foi realizada uma atividade, no dia 13 de fevereiro de 2020, dirigida aos alunos do 11º e 12º anos, sobre o suporte básico de vida.

A QUÍMICA E O DESPORTO

QUÍMICA

O nosso estudo centra-se na variação dos níveis de glicémia entre pessoas que praticam exercícios físico regularmente e as que não o fazem.

No nosso projeto algumas das pessoas envolvidas submetem-se a um treino físico, para que possamos perceber qual o impacto da prática desportiva na minimização dos riscos de algumas doenças associadas à falta de exercício.

O treino consiste em exercícios básicos que esperamos tenham, num curto espaço de tempo, efeito no estado físico e psicológico do grupo em estudo.

Share Button